Os 7 segredos de um bom Captador de Recursos

Postado por em jun 1, 2013 em Agenda | 0 comentários

 

Os 7 segredos de sucesso de um bom Captador de Recursos.

( por Carlos Guimarães de Matos Jr)

O nosso sistema de produção cultural é hoje fundamentado na captação de recursos. Isso acontece porque o Estado transferiu para a iniciativa privada essa responsabilidade. Esse é o princípio das Leis de Incentivos Fiscais. Seja federal, estadual ou municipal. O Estado reconhece a sua necessidade de incentivar a produção cultural, abre mão de um pequeno valor dos impostos que recolhe e transfere para as empresas que pagariam esses impostos,  a responsabilidade de escolher e patrocinar.

Então na verdade, a grosso modo,  a empresa ou paga seus impostos integralmente ao Estado ou pega um pequeno valor dele e investe em cultura e apresenta a “fatura” ao governo quando for pagar os impostos.

A função do estado, seja o governo federal, estadual ou municipal é analisar tecnicamente os projetos dentro de sua legalidade, de sua viabilidade e de sua aplicabilidade. Não entra no mérito do subjetivo gostar ou não gostar. Isso seria uma forma de censura.

Todas as leis de patrocínio cultural, tiveram na Lei Rouanet a sua Lei Mãe.

Já a Lei do Audiovisual, pelas características do mercado de cinema, é uma lei onde o patrocinador se torna investidor, e tornando sócio do filme, e o filme é desmembrado em milhares de cotas ( um forma de ações) vendidas no sistema financeiro.

1)

Dessa forma…o primeiro grande segredo do sucesso de um Captador de Recurso é conhecer as Leis de Incentivos. Isso porque os recursos poderão vir do IR , Imposto de Renda da empresa, ( Lei Federal), pode vir do ICMS, Lei Estadual ou do ISS, Lei Municipal

2)

Ha empresas que só pagam dois tipos de impostos e outras os 3.

Saber que tipo de imposto paga uma determinada empresa seria o segundo grande segredo do Captado de Recursos

3)

Como terceiro segredo fundamental do sucesso de um Captador de Recursos eu diria que é o conhecimento da teoria dos espelhos. O que é a teoria dos espelhos nesse caso. È quando o projeto que se oferece à empresa reflete a imagem da empresa.

Melhor dizendo……è natural..que uma empresa que fabrique brinquedos queira investir em um projeto para o público infantil.

É natural que o fabricante de produto popular como a cerveja queira investir em projetos populares, como rodeios, festas sertanejas, Shows de música popular.

È natural que um Banco de Investimentos queira investir em projetos que atinjam uma elite financeira

Então a Teoria dos Espelhos…nos diz que o projeto cultural deve refletir a imagem da empresa em seu público alvo…Popularmente dizendo o projeto cultural deve ter a ” cara ” da empresa.

Dai o Captador de Recursos deve conhecer a linha mercadológica dos produtos de cada empresa. Isso porque as empresas muitas vezes tem produtos para vários segmentos de mercado, por exemplo,  uma fabrica de automóveis,  tem marcas de carros populares e marcas de carros caros.

Para cada marca deve-se ter um tipo de projeto. São públicos alvos diferentes.

4)

O quarto segredo é um pouco consequência do terceiro. O Captador de Recursos deve conhecer profundamente o projeto que vai captar. se o projeto tem substancia, se os profissionais são competentes, se ele irá acrescentar algo de bom na cultura brasileira, se ele esta plenamente legalizado, se há espaços para fazer merchandising, Tem que acreditar nele. Tem que conhecer o seu público alvo, para poder escolher as empresas que mais se interessariam em patrocina-los.

5)

Outro segredo muito importante é conhecer o mercado de patrocínio cultural. Você deve acompanha-lo. Você deve saber quem investe o que e como em quem. Se na linha de seu projeto,  existem outros mais atraentes. Sim porque há sempre muito mais projeto pedindo patrocínio do que empresas investindo. Quais as vantagens de seu projeto com relação aos outros da mesma linha que concorrem com o seu. As vezes você acha seu projeto muito bom, mas quem tem que achar e o mercado.

6)

Outro grande segredo para o sucesso da Captação de Recursos é  você saber que hoje o projeto cultural é também uma ação mercadológica da empresa. A empresa não investe só porque gostou do seu projeto. Ela investe porque vê no seu projeto, uma ferramenta importante nas estratégias de marketing dela. Dessa forma ela vai querer saber como, de que forma, quando ela aparece como patrocinador de seu projeto.

Dessa forma junto com o seu projeto deve acompanhar um projeto de merchandising, espaços que VCP permitirá que a marca de um produto ou nome da empresa apareça. Isso pode ser no cartaz de uma peça de teatro, pode ser uma ação de merchandising dentro do filme, pode ser nos agradecimentos, pode ser na abertura, pode ser nos convites, pode ser nas publicidades que serão feitas em rádio, TV,  jornais, pode ser nas entrevistas, pode ser em apresentações privadas para clientes da empresa, pode ser em doação de brindes para a empresa, enfim existe uma infinidade de ações mercadológicas e não se iludam…é em cima desse projeto de venda que a grande parte dos investidores decidem.

7

Finalmente , o último grande segredo de um Captador  é fazer o seu projeto ficar conhecido antes dos clientes principias  receber você oficialmente. Uma ação promocional nas redes sociais, falando do projeto, mostrando suas qualidades, citando as pessoas, atores, músicos, escritores ou outros,  um site bem feito, uma pagina no Face book, um Twitter com um networking bem trabalhado também é muito importante.

Existem várias relações das empresas que investem em cultura espalhadas pela internet. Procure saber quais são essas empresas, quem é o responsável nelas pelos patrocínios culturais, tente contato telefônico com ele para depois enviar um email de seu site, de seu blog, ou material de venda de seu projeto. Não adianta mandar emails sem um preparo antes. Ninguém hoje abre email desconhecidos pelo grande numero de vírus na internet. e finalmente tente, tente, tente, sempre um contato pessoal….nada substitui o olho no olho.. nada…

Um bom Captador estabelece uma boa rede de relacionamento, primeiro com os amigos, depois com os amigos dos amigos, depois com os conhecidos dos amigos e finalmente contatando os responsáveis pelo patrocínio cultural de cada empresa.

 

 

Compartilhar/Favoritos

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>